DISCORDAR EM CONCÓRDIA

Não é fácil aprender a viver evitando conflitos e nutrir relacionamentos harmoniosos. Pois algumas pessoas são bem difíceis de conviver...


Não é fácil aprender a viver evitando conflitos e nutrir relacionamentos harmoniosos. Pois algumas pessoas são bem difíceis de conviver enquanto outras, bem mais fáceis. Entretanto, é vital e bíblico cultivar relacionamentos pacíficos com todas as pessoas em nossa vida, em qualquer nível de relacionamento (seja amoroso, amizade, com os pais, familiares etc) pois tudo o que Deus nos instruiu a fazer visa ao nosso bem. 
Assim como a Bíblia diz em 2 Timóteo 2:24 " Ao servo do Senhor não convém brigar mas, sim, ser amável com todos, apto para ensinar, paciente." assim deve ser a vida do ser cristão. Nos tornamos pessoas amarguradas e ressentidas, pois simplesmente não aceitamos que outros falem a nós o que não queremos ouvir. As pessoas pensam que para se conviver bem precisa aceitar a tudo o que o outro faz e fala sem expressar sua própria opinião,  transformando se em capacho, o que forma um grande abismo entre as pessoas. 
Ficar longe da discórdia é um processo contínuo nos relacionamentos cotidianos. Para resistir a discórdia e desfrutar de relacionamentos pacíficos necessitamos aprender a se comunicar, pois a falta de comunicação é a causa número um de muitos relacionamentos turbulentos, incluindo divórcio e adultério.
Por isso, precisamos buscar uma resposta que possa satisfazer a ambas as partes e ceder regularmente. Acredite, com perseverança e atitudes você consegue vencer esse grande mal que assola a vida de muitas pessoas e destrói relacionamentos que poderiam ser tornar grande ferramenta nas mãos de Deus. Mas isso não é fácil porque, como todo mundo nascemos com uma porção de egoísmo onde procuramos naturalmente o que é melhor para nós mesmos,  e não o que é melhor para o outro. Ceder requer humildade. Fazê-lo com uma boa atitude é sinal de maturidade. E maturidade é para quem decide ser maduro.
- Texto inspirado no livro: Mentes tranquilas, almas felizes. Joyce Meyer 










Você poderá gostar também

0 comentários

Flickr Images